Como passei na audição de dança de salão.

Na verdade eu ainda não sei bem, mas vamos falar sobre Dança.

Desde que o homem é homem na terra, o homem dança. Seja em ritual de louvor ao deus Sol, seja para trazer boa colheita, para conquistar o seu amor ou apenas para sacudir o esqueleto. (Vide definição de dança via Wikipedia)

Eu amo dançar. Desde pequena, tudo que pude fazer de dança, eu fiz. Ballet, dança tradicional gaúcha, dança tradicional japonesa e a maravilhosa e encantadora dança do ventre, uma verdadeira paixão!

DSC_0188_1024x679
Apresentação de 2009… saudades!!

Mas a vida, ahh.. a vida…
Chega um momento da vida que a gente se envolve com uma coisa, com outra coisa e acaba deixando as paixões de lado. Pensando no lado profissional, parei de fazer muitas coisas, e acabei me tornando mais uma sedentária de escritório, cheia de dores para levantar, sem resistência física nenhuma… aquela história bem ruim que nem quero pensar. Sempre odiei academia, não suporto aquele mundo maromba que beija os próprios músculos e urra para o espelho feito o Hulk. Não suporto aquele mundo suado cheio de calça no rego e bunda empinada com feromônios subindo (virando os olhos agora). Ok, sem preconceitos. Eu sei que nem todos que frequentam academia são assim e quem é desse mundo é desse mundo, eu sou de outro mundo e ponto final. Gosto mais de fazer coisas como pilates, yoga, alongamentos em geral… porém, essas coisas são caras, e em épocas de vacas magras não se faz essas coisas.

Então, estava eu desanimada da vida, querendo fazer exercícios por sentir uma real necessidade física de exercício, caso contrário minha carne e meus poucos músculos que sobraram e que me mantinham em pé, se descolariam dos ossos e cairiam deixando apenas a pele e uma capa de gordura. Mas tinha que ser algo que me motivasse, que não fosse “pelamordedeos” uma academia de maromba; por outro lado sem grana para as coisas que gosto não estava rolando. Mas o destino sorriu para mim e eis que surge um convite todo aleatório de uma amiga:

“Fazer uma audição para ganhar uma bolsa e fazer dança de salão.”

Não tive fé, esperança ou qualquer expectativa. Nunca fiz dança de salão, nem poderia ter fé em algo assim. Ok, dança gaúcha tem umas coisas parecidas, mas, convenhamos… Fiz isso há mais de uma década, meu corpo está sedentário e não tenho mais 15 anos. Apenas me inscrevi. O que poderia acontecer? Dar certo, ou não dar certo. Só um ou outro. Não estava perdendo nada então pensei, ok, vamos encarar o desafio. Se der errado nada muda, se der certo ganho a bolsa!

Cheguei lá bem tranquila com minha amiga, o professor fazia uns passos e a gente tinha que imitar. Tinha bastante pessoas. Eu posso até estar sedentária, mas, entendo um pouco de ritmo. E juro, eu não sou a pessoa “mais melhor de boa do mundo” na dança, muito menos em dança de salão que não tinha nem ideia, mas, gente…. tinha umas pessoas que foram lá achando que estavam na audição do Flash Dance de dança contemporânea, que faziam tudo, menos o que o professor pediu pra fazer. Ai não né pô!!!
Passo vai, passo vem, sai a turma da sala, professor chama um, chama outro, chama os Flash Dancers… e nada de chamar a gente. “Azamiga e eu” tudo nervosa já achando que tinha dado tudo errado, trocando experiência de como tínhamos errado as mãozinhas da salsa que o professor resolveu colocar, o passinho de samba que embolou tudo nas pernas e tal… Neste momento bateu um nervosinho porque mesmo sem expectativas, se de fato levasse um NÃO pra casa, ok, paciência, mas você fica um pouco tipo “ah meu, fiz tudo errado….. :( “.

Image: YouTube
So you think you can dance?

Eis que o professor nos chama. Amiga, amiga da amiga, mais um rapaz e eu. Pensei, “F#DEU”, parece até que ele sabia que estávamos “azamiga” todas juntas sofrendo… Mas o semblante dele era sereno, e quando ele de fato começou a falar, quase não acreditei. Fomos aprovados!!! Falou que tínhamos ritmo e capacidade de progredirmos muito como dançarinos. Fiquei me questionando por muito tempo: Como isso aconteceu? Milagre de deus? Baixou um espírito em mim? Professor esqueceu de olhar e achou que eu fui bem? Mas não. Eu passei mesmo. As experiências que já tive na vida com algumas danças, o gosto pela música, a noção de ritmo de alguma forma me ajudaram a destacar-me.

E AGORA SOU BOLSISTA DE DANÇA DE SALÃO!!!

As aulas são ótimas, estou aprendendo muuuuuito com o professor, e principalmente com os bolsistas mais experientes. Uma vontade louca de jogar tudo pro ar e só dançar e dançar!! Queria poder viver disso!!! Cheguei a conclusão que meu faniquito da vida é música e dança (AIMEDESSSCRRR). Dançar me faz sorrir, me faz sentir mais feminina e mais alegre! (Além de que já faço um exercício já de quebra e tal. :P) Descobrir errinhos e conseguir corrigi-los me faz feliz! Eu me sinto insegura por não saber os passos direito ainda, mas tenho vontade de aprender, e ter vontade de aprender coisas novas, é muito desafiador e motivador! Fico agoniada por não conseguir acompanhar os passos legais. Quero fazer, quero aprender mais e mais! Chego em casa exausta, vou trabalhar como um zumbi no dia seguinte, meus pés doem… Mas estou contente com tudo isso!! Encarando desafios a cada aula! :)

E é isso! Dançar é para o corpo e para a alma!

Beijosmedesligo x_x

 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s